sábado, 4 de setembro de 2010

Prefeita é Reconhecida Pelo Trabalho que Desenvolve em Prol do Bem-Estar da População



Matéria do Jornal Gazeta do Oeste - 04/09/10

MARTINS - "Buscar a qualidade de vida dos moradores de um lugar, seja ele na zona urbana ou rural". Este tem sido um dos tantos compromissos que a prefeita Maria José de Oliveira Costa Gurgel tem feito questão de firmar com seus conterrâneos, estejam as finanças do erário público em boa ou difícil situação. Nunca na história do município um governo investiu tanto na saúde pública como vem acontecendo nestes 20 meses de nova gestão. A prefeita mantém, desde os primeiros dias de sua estada à frente do governo municipal, uma equipe de três médicos do Programa de Saúde Familiar (PSF), resultado de uma parceria com o Ministério da Saúde (MS), e ainda outros três profissionais na área de medicina - um pediatra, um cardiologista e um psiquiatra - estes com seus serviços pagos graças aos recursos próprios da municipalidade, somados a mais três dentistas e um grupo de assistentes na área de enfermagem, que de forma abnegada conseguiram oferecer ânimo novo à população martinense. "Vale ressaltar que não se tem conhecimento de que um município de porte igual ao nosso disponha de um sistema de saúde tão aparelhado. Isso se dá graças ao empenho de nossa prefeita que não mede esforços para investir na manutenção da Secretaria de Saúde, haja vista entender que as pessoas precisam de atendimento de boa qualidade", disse um assessor da prefeita. Outro fato de significativa relevância, no qual a prefeita Maria José vem recebendo grandes elogios, é com relação à responsabilidade que vem tendo em manter a Farmácia Básica do município e não deixar em momento algum que algum medicamento venha a faltar. "Eu tenho problemas de hipertensão e não tenho condições de comprar o medicamento. Mas quero dizer que nunca deixou de faltar nas prateleiras da farmácia. Todo mês venho buscar o meu e não volto de mãos abanando", disse uma moradora da zona rural do município. De acordo com Flávio Cézar, responsável pela Farmácia Básica de Martins, mensalmente a prefeita vem investimento uma grande soma de recursos financeiros para a obtenção de medicamentos e uma das recomendações que ele recebe é a de que não deixe faltar o atendimento aos que necessitam desse tipo de prestação de serviços. No município de Martins, de acordo com um minucioso levantamento feito pela Secretaria de Saúde Pública, existem atualmente 145 pessoas que sofrem de diabetes; 860 são hipertensos, outras 413 sofrem algum tipo de problema mental. "É importante ressaltar que todas estas pessoas são acompanhadas pela equipe médica contratada pela Prefeitura Municipal, também pelos profissionais do Programa de Saúde da Família e podemos prevê que até o final deste mês não vai faltar medicamentos nas prateleiras da farmácia", disse. Um prévio levantamento efetuado pelo responsável pela Farmácia Básica constatou que entre no ano de 2009 (janeiro a dezembro), foram atendidos 18.808 pacientes, enquanto que somente neste ano, de janeiro até o dia 31 de agosto, 18560 pacientes foram atendidos. Parte destas pessoas recebeu 33 tipos de remédios controlados, enquanto que para o restante, dependendo dos sintomas, foram prescritos outras 126 substâncias que têm estoque garantido até o final deste mês. Dentre os remédios controlados estocados nas prateleiras da Farmácia Básica, o paciente pode encontrar desde ácido valpróico de 250ml em comprimidos, Diazepan, Fenitoina, até Risperidona de 1mg. Já no que se relaciona à medicação básica, é passível de ser encontrado Abrilar Xarope, Aciso Aceltilsalicilico o popular AAS de 81, 100 e 500mgs, Amoxicilina, Paracetamol, até Vitamina C em gotas. Num outro detalhamento de informações feitas por Flávio Cézar, ele destaca a situação em que a prefeita Maria José encontrou a Farmácia Básica em 1º de janeiro de 2009 e como a mesma se encontrava até a terça-feira, 31 de agosto. Veja a comparação no quadro abaixo.

2 comentários:

  1. SEGUIDOR DA PREFEITA5 de setembro de 2010 04:55

    Parabéns MAZÉ e OLGA, hoje Martins realmente tem uma farmácia básica completa, sempre cheia, não é o que os opositores andam falando por ai,eles tiveram a opotunidade e não aproveitaram, agora ficam falando coisas que não é verdade, a população sabe que tem medicamentos, os martinenses ja analizaram o ANTES E O AGORA da atual farmácia.

    ResponderExcluir
  2. Parabéns Mazé, continue trabalhando.

    ResponderExcluir